29.4.17

Uivos

Imagem: Ilustração de Peony Yip
Quando a noite chega
Despetalo todas as palavras floridas
Não mais brinco com a coreografia das aves
Tampouco escuto os murmúrios das janelas
Quando a noite chega
Minha poesia vira loba, raposa, cadela
Selváticas, cavamos juntas na terra
Em busca de resquícios do nome
Que sacia a nossa fome ancestral

Nenhum comentário:

Postar um comentário