2.4.17

Snow globe

Imagem: Mary Kuzmenkova

Depois de tanto vagar 
Na estrada muda de pegadas
Decidi que gritaria até o globo de vidro quebrar 
Em mil pedacinhos de caco e de neve 
Gritei. Gritei tão ávida que dos meus braços 
Nasceram um belo par de asas. Azuis.
Me atirei então para o alto
Imitando a acrobacia das gralhas
E caí, de novo alva, como um pássaro
Como uma pássara 
Que se arrebentou na imensidão do céu 
De uma janela fechada

Agora só me restam as penas

Nenhum comentário:

Postar um comentário